Projeto do aeroporto de Nova Venécia é aprovado pela ANAC e Ministério da Defesa

Mais um importante passo foi dado em relação ao projeto de homologação da pista do aeroporto de Nova Venécia. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Ministério da Defesa, por meio do Comando da Aeronáutica, aprovaram o projeto e concederam autorização para avançar com o aeródromo público Municipal, Celestino José de Lima.

O primeiro passo foi dado quando o município contratou uma empresa especializada em São Paulo para elaborar o projeto. Depois de pronto, o documento foi encaminhado para à Anac onde esteve sob análise por 60 dias.

O segundo passo chega agora com a autorização pela Agência e Ministério da Defesa. O secretário Municipal de Planejamento, Edson Marquiori, destacou a agilidade com a qual o projeto foi aprovado. “O Governo pediu prazo de seis meses para analisar o projeto e depois dar um parecer. Mas a resposta com a aprovação e autorização chegou em dois meses. Isso significa que o nosso projeto foi muito bem elaborado, atendendo todas as exigências, por isso fizemos questão de procurar uma empresa referência em projetos de aeroportos para poder elaborar o de Nova Venécia. Agora vamos nos planejar para avançarmos com as próximas etapas”, projeta Marquiori.

O próximo passo é a alocação de recursos junto ao Governo Federal, por meio do Ministério da Dafesa, para que a obra seja licitada. O quarto e último passo é a execução da obra.

O projeto, que inclusive já foi apresentado pelo prefeito Lubiana Barrigueira, prevê reformas na pista na área de pouso e decolagem, implantação do sistema de balizamento noturno, obras de drenagem, pátio de estacionamento para aeronaves, urbanização, paisagismo, sinalização horizontal e vertical, entre outras adequações. Com as adaptações, a ideia é que o município passe a receber operações diurna e noturna de aeronaves de pequeno e médio porte.

A obra está estimada em R$ 4 milhões. “É um projeto de valor alto, mas o retorno será imensamente maior para o município. Estamos buscando parceria com o Governo Federal que já sinalizou que tem uma deficiência muito grande quando se fala em aeroportos credenciados. Com isso somos, de certa forma, favorecidos já que estamos à frente nessa questão”, disse Barrigueira.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here