Violência é intolerável, mas a intervenção federal resolverá o problema?

O Decreto de Intervenção Federal, assinado pelo presidente da república, Michel Temer na última sexta-feira, caso seja validado, tanto pela Câmara Federal,  quanto  pelo  Senado da República, coloca o Rio de Janeiro,  sob o comando do Exército Brasileiro.

 Senhores: O que acontece no Rio de Janeiro hoje é resultado de  um quadro agudo de incompetência e desmazelo, alimentado por  uma chaga antiga, onde  bilhões de recursos foram  desviados ao longo do tempo,  que culminou com a gravidade de uma estrutura já doente. A crise econômica, aliada a derrocada dos lideres políticos, envolvidos no mar da corrupção, foi elemento importante na disseminação da  onda de violência, praticada    por grupos criminosos.

Com a falência financeira do estado, o que se vê atualmente, é a violência  aumentando  mais e mais, o roubo de carga explodindo e os tiroteios nas comunidades se tornando  algo  cada vez mais frequentes,  tirando a paz dos cariocas.  Mas isso se protela por quase 40 anos.

PUBLICIDADE

 Vejam bem os senhores, que desde a redemocratização do país, tivemos crise em 1994, com a taxa de homicídios recorde; em 2000, onde tivemos recorde de sequestros, e em 2007, alcançamos taxas recordes de mortes em confrontos com a polícia e de lá para cá, a situação  só se agravou e mal iniciamos  2018, e mais uma vez, a onda de violência é marcada em meio ao carnaval com  arrastões e tiroteios e  falhas no esquema de segurança.

Agora, o governo brasileiro propõe a criação do Ministério da Segurança Pública, e o que esperamos é que sua excelência o senhor presidente não se utilize da tal medida –  quando vivenciamos um quadro de inteira miséria na segurança pública –  para agradar parlamentares sanguessugas em busca de apoio para votar  matéria  de seu interesse.

 Tomara que na prática  essa ação consiga trazer resultados para a nossa população, porque o  crime organizado  não só no Rio de janeiro, mas no Brasil inteiro  não pode permanecer com a força que está aí. Por causa da atuação dos criminosos, nós brasileiros estamos perdendo um dos nossos direitos fundamentais, que é o de ir e vir, diga se de passagem, garantido pela Constituição Federal.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here