Capixaba é investigado por acessar dados do presidente Jair Bolsonaro

Agentes da PF estiveram na casa de Odilon Ayub Alves, em Itapemirim, por volta das 6 horas da última quinta-feira (4) e o conduziram para prestar esclarecimentos na sede da Delegacia de Polícia Federal em Cachoeiro. O depoimento terminou por volta das 10h, mas o conteúdo é sigiloso.

Servidor é irmão da deputada federal Norma Ayub
Depois que a Polícia Federal passou a investigar o irmão da deputada Federal Norma Ayub (DEM), a parlamentar pediu uma audiência com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a fim de esclarecer que tudo não passou de um mal entendido, na opinião dos familiares. Segundo a deputada, o acesso se deu apenas por “curiosidade”.

Outro irmão, o advogado Yamato Ayub, informou que diferentemente do que foi comentado na cidade onde o irmão mora, ele não ficou preso e respondeu de prontidão à solicitação da PF. Ele esclareceu que esteve com o irmão no final do depoimento e que tudo não passou de “um momento de vacilo”, já que Odilon disse que acessou os dados do presidente durante uma brincadeira quando atendia um senhor de nome Jair, no local de trabalho, em outubro de 2018.

Com informações do Aqui Notícias
Texto base de Ana Glaucia Chuina
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here