Morre em São Paulo, aos 64 anos o advogado eunapolitano Max Xavier

Morreu no início da noite deste sábado (30), em São Paulo, o advogado e ex-secretário de Meio Ambiente de Eunápolis, Maximino Xavier de Souza, de 64 anos. Ele lutava contra um câncer de pâncreas.

Maximino Xavier de Souza, popularmente conhecido como Dr. Max

Max Xavier se afastou do cargo há cerca de dois meses para se tratar. Nos últimos três dias o estágio da doença piorou e a equipe de médicos do Hospital das Clínicas, onde ele estava internado, resolveu induzir o coma (sedação) para tentar uma reação com medicamentos. Os esforços foram inúteis.

Maximino Xavier de Souza era separado e deixa três filhos. Dois do primeiro casamento, em São Paulo, e outro de um segundo relacionamento em Eunápolis.

LEGADO
Durante quase 20 anos Max Xavier foi membro da Loja Maçônica 5 de Novembro, em Eunápolis, da qual foi orador, participou de vários conselhos de segurança pública e recentemente esteve empenhado no movimento voluntário para recuperação da sede da 23ª Coorpin, em Eunápolis.

O ex-venerável da Loja Maçônica 5 de Novembro, engenheiro Silvio Romério, lamentou a morte do “irmão” e disse que alguns membros da instituição devem viajar para São Paulo para acompanhar o translado do corpo para Eunápolis. “Max deixa um grande legado em nossa Ordem e também em Eunápolis pelo homem público que foi. Lamentamos e rogamos a Deus que conforte seus familiares. Que descanse em paz”, afrma Silvio.

Fonte: radar64
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here