Pai é preso após abusar da filha e assume que sente atração por ela

Um pai é acusado de estuprar a própria filha menor de 12 anos, em Teixeira de Freitas. A Polícia Militar foi acionada através do CICOM/190, na tarde deste domingo (10), por vizinhos, que ouviram os gritos da criança,  vindo do interior da residência, situada no Bairro Nova Teixeira. Policiais do 2° Pelotão da 87ª CIPM chegarem ao  local, quando os vizinhos informaram para os PMs, que havia uma criança no  interior da residência denunciada, juntamente com o seu pai, e que  teriam ouvido vários gritos da criança.

Os militares chamaram na residência indicada pelos vizinhos, e abordaram o acusado, que foi identificado  como Wemerson Damásio Coimbra, de 33 anos, oriundo da cidade de  Belo Horizonte/MG. O Wemerson não soube explicar inicialmente sobre os  gritos da sua filha, entrando em contradição com os relatos. Os  policiais, então, conversaram separadamente com a criança, que relatou  que estava sendo abusada pelo seu pai, já  há algum tempo, e que hoje  ela resolveu gritar pedindo ajuda, e que, segundo ela, graças a Deus foi ouvida.

Diante dos relatos da criança, Wemerson (pai) foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia, sendo acionado  também o Conselho Tutelar, para que pudesse acompanhar o caso, já que a  mãe da criança se encontra viajando para Minas Gerais. Posteriormente,  familiares da mãe da criança foram contactados, e também compareceram na delegacia para acompanhar a menor, que em seu depoimento disse que já teria sido abusada outras quatro vezes, no qual o acusado teria passado as mãos em suas partes íntimas, e, que o pai teria, por duas vezes, chegado  ao prazer próximo às suas partes íntimas.

Wemerson, em seu depoimento, assumiu que  teria cometido os abusos, mas, que não teria chegado ao prazer sobre a sua filha, pois quando chegava neste momento ele corria para o banheiro,  e, que o mesmo sentia atração física pela filha. Diante dos fatos, e  por ter assumido o abuso, ele foi flagranteado por estupro de  vulnerável, pelo delegado plantonista, Charlton Bortolini, sendo recolhido posteriormente para a carceragem da unidade policial, ficando à  disposição da Justiça.

A criança foi encaminhada ao DPT, onde  realizou exames médicos. O laudo será encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – DEAM, que dará continuidade às  investigações. A criança ficou sob a guarda dos familiares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here